por Raquel Bueno

Sempre existiram tempos difíceis ao que se refere a palavra de Deus. Quanto mais hoje em dia, onde temos tudo à disposição. E se não tomamos cuidado e, principalmente, não buscamos a direção do Espírito Santo, aceitamos a que é, a que parece, e a que tem gosto de Palavra de Deus.

Não posso deixar de comparar essa situação com os “deliciosos” sucos do Chaves (tem o que é, o que parece, e o que tem gosto de tamarindo) não me recordo bem, mas é mais ou menos isso. Ah! Eles eram feitos com água da chuva, não podia me esquecer disso. Voltemos ao nosso Deus. Ele não nos rejeitará. Exceto se insistirmos com nossos métodos.

Nada se compara aos conselhos do Espírito Santo. Nenhuma informação ou conhecimento supera o seu. Óbvio, não? Só que na prática, o que temos visto nas igrejas são táticas humanas “tentando” levar seus membros sabe se lá para onde.

Qual palavra você quer ouvir? Aquele que anuncia a que parece, ou a que tem gosto, não tem autoridade para anunciar a Palavra que vem do grande EU SOU!

A palavra que tem gosto (de Palavra de Deus) é doce nos lábios de quem a traz, e da mesma forma, docemente recebida pelos que a escutam.

Não podemos utilizar a bíblia como um talismã. Pode funcionar ilusoriamente por um tempo, mas sempre vem o dia seguinte. E outros que se seguem. Motivação humana não leva ninguém para o céu. A pessoa sempre vai precisar ser motivada, e motivada… Se o nosso motivo não for o Senhor, nunca, mas nunca mesmo, aprenderemos que a sua graça nos basta. Para cada dia basta o seu mal para nos sentirmos cansados e frustrados.

Sendo assim, motivação humana – lá na frente – quando descoberta que não passou de uma ilusão, o que poderá causar em uma vida? E em várias? Aquele que tem o poder da “palavra”, ou o poder do microfone, precisa tomar muito cuidado, pois um dia estará perante o JUSTO JUÍZ, e prestará contas de tudo que fez, e conquistou… “horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo!” Hb10:31

A palavra que parece (Palavra de Deus) é mais difícil de ser identificada. Afinal, não podemos sair por aí julgando sem conhecer e comprovar aquele que a traz. Exatamente por isso devemos ter muito cuidado, pois constantemente estamos sendo bombardeados por falsos mestres. NÃO saia por aí dando ouvidos a tudo, e recebendo como Palavra de Deus. Devemos tomar cuidado com os tipos de influências.

E, finalmente, a Palavra que é (de Deus). Muitas vezes pode nos parecer estranha, ou até mesmo uma tremenda loucura. Ou será que não foi esquisito, por exemplo, Noé construir uma arca, pois Deus destruiria tudo e todos que não obedeceram sua palavra? Deus mandaria chuva para causar destruição. “Como assim, Noé? Para com isso… que história é essa? Não nos mate de tanto rir… por favor não nos envergonhe… chuva”… Sim! Seremos zombados, maltratados, mas garanto que vale a pena fazer a sua vontade. “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis dos homens”.1 Co 15:19

Existe um propósito na Palavra de Deus, Ela não foi feita para nos agradar. Ela é viva e eficaz – e principalmente – leva o tempo que for necessário, mas Ela se cumpre. Nada nem ninguém pode impedir isso de acontecer.

Qual palavra você quer ouvir, hoje?
A que é feita com água da chuva, ou a que vem da fonte de Água Viva?
Pense nisso.

Comentários

comentários